Ministério Público participa de debate sobre educação rural em Catuípe

Ministério Público participa de debate sobre educação rural em Catuípe

flaviaskb

O promotor de Justiça de Catuípe, Nilton Kasctin dos Santos, proferiu palestra sobre educação rural em seminário realizado nesta semana na localidade de Passo Burmann, interior do município.

A ideia da realização do evento surgiu no gabinete da Promotoria de Justiça de Catuípe, por ocasião do atendimento de professores e pais que se mostravam preocupados com a diminuição do número de alunos nas escolas do interior e a consequente sobrecarga dos educandários da cidade. Ocorre que, segundo os cidadãos que procuraram a Promotoria, mesmo havendo na área rural estrutura educacional adequada, com professores qualificados, os alunos preferem estudar na cidade, o que também aumenta desnecessariamente os gastos públicos com transporte escolar.

Para o promotor, essa situação merece atenção do Ministério Público, uma vez que o esvaziamento das escolas interioranas não representa apenas gasto desnecessário com transporte escolar e sobrecarga na rede de ensino urbana, mas também um grave problema sociocultural, à medida que as crianças passam muito mais tempo fora do convívio e do olhar dos pais, correndo risco de acidentes no transporte, sem falar no prejuízo cultural de passar a fazer de outra comunidade seu principal espaço de relacionamentos.

O promotor ainda abordou a importância da participação da família no processo de educação formal de crianças e adolescentes, ressaltando que estudar na cidade apenas porque os filhos assim preferem caracteriza omissão dos pais em zelar pelo direito que têm as crianças de frequentar a escola mais próxima de sua residência.

O evento contou com a participação da comunidade escolar local, de vereadores, secretários municipais, sindicato rural e do padre Cenir, que também se pronunciou.