MP e Corsan firmam convênio para troca de correspondências oficiais por meio eletrônico

MP e Corsan firmam convênio para troca de correspondências oficiais por meio eletrônico

flaviaskb

O Ministério Público, por meio do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, firmou, nesta quarta-feira, 03, termo de convênio com a Corsan. O objetivo é emitir e receber correspondências oficiais por meio eletrônico (e-mail).

O convênio leva em conta a racionalização de tarefas dos órgãos públicos, economia de gastos e tempo com deslocamentos de servidores, papel, eletricidade, recursos humanos e materiais, além da necessidade de conferir maior eficácia na troca de correspondências entre entidades públicas, órgãos e Poderes, com a emissão rápida de informações e adoção de medidas céleres. Por fim, atende à necessidade de diminuir a emissão de resíduos sólidos ao meio ambiente.

Para o coordenador do Caoma, Daniel Martini, que assinou o documento em nome do MPRS, a iniciativa facilitará o relacionamento e a troca de informações entre as instituições. “Este termo de convênio é totalmente voltado para a atividade fim, garantindo, assim, que aquela solicitação de informação do colega que está atuando na ponta chegue rapidamente ao destino, no caso a Corsan, que tenha validade esse recebimento e que também seja respondido de forma célere, pra que o Ministério Público possa levar adiante, em tempo hábil, os seus expedientes”, destacou o promotor.

Assinaram o convênio, pela Corsan, o diretor-presidente da Companhia, Jorge Luiz Costa Melo, e o diretor de Operações, Eduardo Barbosa Carvalho.