Menu Mobile

Reunião do MPRS com Colégio Anchieta dá início à execução do Programa MP On

Reunião do MPRS com Colégio Anchieta dá início à execução do Programa MP On

flaviaskb

O Ministério Público do Rio Grande do Sul realizou nesta terça-feira, 23 de novembro, a primeira reunião do Programa MP On, voltado à promoção de educação digital acerca do uso seguro da internet e das redes sociais, com a coordenação do Serviço de Orientação Educacional do Colégio Anchieta, em Porto Alegre. Na reunião, com a coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude, Educação, Família e Sucessões (Caoijefam), promotora de Justiça Denise Casanova Villela, e a psicóloga do Serviço Biomédico do MPRS Ana Paula Schmidt Lourenço, ficou acertado que será realizado um ciclo de palestras do programa em 2021.

Ao apresentar o MP On para a coordenadora do Serviço de Orientação Educacional da escola, Isabel Cristina Tremarin, e um grupo de orientadores educacionais, Denise Villela colocou o Caoijefam à disposição para iniciar o círculo de palestras dirigido a estudantes – crianças e adolescentes –, pais, professores e orientadores.

Denise Villela disse que é com satisfação que o MPRS iniciou a execução do programa MP On, junto ao sistema educacional. “Fundamental, neste período de pandemia, que possamos estar conversando com educadores sobre os cuidados que as crianças e adolescentes devem ter ao navegar na internet. Passar informações e orientações seguras pode auxiliar na prevenção de violações de diretos no mundo cibernético”, completou a promotora.

Ainda, a coordenadora do Caoijefam reiterou a necessidade de fazer este debate. Uma pesquisa da Unicef (2018) sobre adolescentes e o risco de vazamento de imagens íntimas na internet no Brasil apontou que 80% dos jovens com idade entre 13 e 18 anos receberam pedido de envio de imagens nuas, sendo que 35% já encaminharam fotos ou vídeos íntimos. Além disso, 38% informaram que o tema havia sido abordado dentro da sala de aula. Como consequência, 80% sentem culpa, 27% pensaram em acabar com a própria vida e 26% cogitaram fazer algo contra o próprio corpo.

Interessados em realizar círculos de conversa do MP On nas escolas, públicas e privadas, envolvendo a comunidade escolar, podem encaminhar email para caoinfancia@mprs.mp.br.