Menu Mobile

Triunfo: acordo com empresa ré em ação por improbidade administrativa resulta em cercamento eletrônico da cidade

Triunfo: acordo com empresa ré em ação por improbidade administrativa resulta em cercamento eletrônico da cidade

flaviaskb

A Promotoria de Justiça de Triunfo, por intermédio do promotor de Justiça Thomaz de La Rosa, firmou um acordo no valor de R$ 3 milhões com uma empresa ré em ação civil pública por improbidade administrativa em virtude de irregularidades licitatórias no transporte público coletivo do município.

O pacto, tratado no âmbito do Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição (Mediar-MP), resultou no desembolso de R$ 2,4 milhões destinados ao cercamento eletrônico de Triunfo nos moldes do Programa Estadual RS Seguro, além da manutenção, por parte da companhia, de todos os equipamentos instalados pelo prazo de 60 meses. A título de sanção civil, a empresa também se comprometeu a desembolsar o valor extra de R$ 600 mil em favor do município.

A tecnologia envolve a cobertura de fibra óptica em mais de 120 km, 44 pontos de videomonitoramento, seis pontos de cercamento e duas centrais, além de reconhecimento facial e a identificação de placas de veículos. O acordo permitirá, ainda, a ampliação da internet, beneficiando a rede pública de educação e de saúde.

Participaram do acordo o promotor de Justiça Thomaz de La Rosa; os integrantes do Mediar-MP procurador Paulo Valério Dal Pai Moraes e promotor de Justiça Ricardo Schinestsck Rodrigues; o prefeito de Triunfo, Murilo Machado da Silva; o procurador do município Maurício Odorizi; o tenente coronel da Brigada Militar Rogério Martins; o 1° tenente Luíz Roberto Moraes Pires e os advogados Marcos Eduardo Luiz Coelho e Aloísio Zimmer Júnior.