Santa Maria: MP denuncia homem que matou para roubar pertences e simulou suicídio da vítima

Santa Maria: MP denuncia homem que matou para roubar pertences e simulou suicídio da vítima

flaviaskb

No final da tarde desta segunda-feira, 10, o Ministério Público apresentou à Justiça de Santa Maria denúncia contra um homem pelo latrocínio de Mariene Rossi Teixeira. A denúncia, assinada pelo promotor de Justiça Joel Dutra, narra que ele matou Mariene para roubar seus pertences e, para tentar passar incólume da morte, simulou o suicídio da vítima.

O CRIME

No dia 25 de maio deste ano, por volta das 5h30min, no bairro Alto da Boa Vista, em Santa Maria, o denunciado roubou um notebook, um celular, um secador de cabelo e um cobertor (utilizado para envolver os pertences) de propriedade da vítima Mariene Rossi Teixeira.

Na ocasião, o denunciado foi até a casa da vítima. Para entrar na casa, ele entortou as fechaduras de dentro da porta dos fundos, por meio de um vão da janela dessa mesma porta. Ao entrar, foi até o quarto de Mariene, que dormia, e, ao pegar o celular da vítima, que estava na cabeceira, ela acordou. Nesse momento, o denunciado decidiu matá-la para não ser reconhecido como autor do roubo.

SIMULAÇÃO DE SUICÍDIO

O homem esganou a vítima até a morte. Ele resolveu simular, no local, uma cena de suicídio, para escapar da persecução penal. Assim, foi até a garagem da casa, pegou um arame e passou pelo pescoço de Mariene, empilhou duas cadeiras e posicionou-a naquele cômodo, de forma que sua morte parecesse um suicídio.

Depois, em busca de mais bens para subtrair, percorreu outros cômodos da residência e ainda levou consigo, além do celular, o notebook, o secador de cabelo e a colcha, dentro da qual colocou todos os objetos, e então fugiu a pé.