FMP inaugura tribunal didático

FMP inaugura tribunal didático

flaviaskb

FMP inaugura tribunal didático

A FMP inaugurou nesta quinta-feira, 11, o espaço Tribunal Didático, que foi construído exatamente nos moldes dos tribunais e permitirá que os acadêmicos vivenciem na prática as dinâmicas das audiências e conciliações. Também está disponível para que órgãos jurídicos do Estado possam utilizá-lo para audiências. Participaram da solenidade autoridades dos meios jurídico, educacional e militar do Rio Grande do Sul, além de colaboradores e estudantes da FMP.

O presidente da FMP, David Medina da Silva, destacou o compromisso da instituição com a educação. Observou que infelizmente a educação hoje virou um negócio, e o resultado disso não é o profissional mais capaz, melhor preparado, apto em atender as demandas e as necessidades sociais, e sim o foco no dinheiro e lucro para poucos grupos. “A criação de espaços como esse são marcos de resistência a este processo. Somos uma instituição fundacional que não presta contas para grupos de investidores. Prestamos contas para os nossos estudantes e suas famílias. Não recebemos um centavo de investimento público para fazer o trabalho na FMP. Honramos o nome do Ministério Público, os nossos excelentes professores, estudantes e colaboradores. E o resultado vem através de nossas chancelas, como o Selo OAB e a nota Máxima no MEC. São eles que nos fortalecem e chancelam o nosso trabalho.”

O diretor da Faculdade de Direito da FMP, Fábio Roque Sbardellotto destacou que este tribunal é mais uma etapa no caminho de crescimento de consolidação da FMP, sendo referência na educação do ensino jurídico no País. Observou que hoje no Brasil existem mais de 1200 faculdades de Direito, passando o setor por um processo de mercantilização. Caminho este, que a FMP não segue. “Aqui na FMP trabalhamos com grandes esforços para obter os resultados que o Ministério Público quer, que é uma educação de qualidade no meio jurídico. A FMP nasceu para preparar melhor os candidatos para as carreiras do Ministério Público, não só como pessoas conhecedoras do Direito, mas como cidadãos. E nisso a FMP é exitosa, desde sua origem. Caminhamos no rumo da Excelência consolidada”, disse.

A juíza corregedora do Tribunal de Justiça do Estado, Clarissa Costa de Lima, destacou a importância do tribunal, que alia teoria e prática. “É elogiável a criação deste espaço. Essa adaptação pedagógica vem ao encontro das escolas da magistratura de todo o País. Sem dúvida, o tribunal vai contribuir para a formação de profissionais melhores.”

A secretária geral adjunta da OAB/RS, Fabiana Azevedo da Cunha Barth, ressaltou que a FMP é a única instituição de ensino privado do Rio Grande do Sul a receber o selo de qualidade da OAB, o OAB Recomenda. “A FMP expõe esse reconhecimento publicamente, em todos os seus materiais, e isso nos orgulha muito, pois realmente é um selo de controle de qualidade. O tribunal é um espaço inovador e abre ainda mais as portas da FMP para a comunidade e para advocacia, que tem aqui um novo espaço para utilizar”, ressaltou.

Para a secretária adjunta da Educação do Município de Porto Alegre, Ivana Flores, o mundo jurídico, traduzido com ações como essa, só vai qualificar a educação. “E ao fazer isso a sociedade ganha, pois terá profissionais mais preparados academicamente e também com a prática da vida real”, disse.