Menu Mobile

Promotoria de Marau realiza audiência pública para discutir a reforma da Igreja Matriz

Promotoria de Marau realiza audiência pública para discutir a reforma da Igreja Matriz

marco

Foi realizada nesta quinta-feira, 6, audiência pública na cidade de Marau para a discussão da reforma da Igreja Matriz. A audiência foi designada pelo promotor de Justiça Fabricio Gustavo Allegretti, tendo em vista a tramitação de inquérito civil na Promotoria sobre o caso.

De acordo com o promotor, o inquérito civil foi instaurado a partir de informação recebida de possível destruição do patrimônio histórico do prédio, relativamente ao piso. Com a reforma, foi constatado que, sob o piso que estava sendo retirado, um “paviflex”, havia um piso de ladrilho hidráulico, típico do início da década de 1940. Já há um parecer técnico elaborado pelo arquiteto e urbanista André Huyer, do Centro de Apoio Operacional da Ordem Urbanística e Questões Fundiárias do Ministério Público, a respeito do assunto.

A realização da audiência pública teve como objetivo principal dar voz à comunidade sobre a reforma do piso, além de dimensionar a publicidade da discussão da reforma, já que o município de Marau não possui instrumentos eficazes para a proteção do patrimônio histórico e o próprio prédio da igreja não é tombado.

O evento lotou as dependências do salão paroquial Frei Gentil, com público superior a 300 pessoas. Com a realização do ato, o promotor de Justiça buscou dar oportunidade às partes envolvidas diretamente com a reforma para apresentarem seus argumentos à comunidade, assim como as demais pessoas presentes, que puderam fazer uso dos microfones disponíveis para falarem sobre o tema.

Na mesa de condução dos trabalhos estiveram presentes, além do promotor de Justiça e do arquiteto André Huyer, o prefeito em exercício da cidade, Odolir Bordin, além de outros arquitetos especializados no assunto.