Menu Mobile

Rio Grande: firmado TAC para restauração do prédio da fábrica da Reinghantz entre MP, Prefeitura e a Innovar

Rio Grande: firmado TAC para restauração do prédio da fábrica da Reinghantz entre MP, Prefeitura e a Innovar

marco

Em um trabalho conjunto, o Ministério Público, a Prefeitura de Rio Grande e a empresa Innovar Participações e Incorporações Ltda assinaram na manhã desta quarta-feira, 5, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para restauração, revitalização e uso comercial da Fábrica Rheingantz, antigo complexo têxtil localizado no centro da cidade, em um investimento de cerca de R$ 20 milhões. Em 2012, o local foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado do Rio Grande do Sul.

A empresa sediará no local atividades comerciais, ensino universitário, teatro e estruturas de lazer. Além disso, o projeto prevê a implantação de um Museu de História da Reinghantz e da Indústria e a criação de um espaço voltado para a educação ambiental. A previsão é de que a restauração inicie pelo antigo escritório central do antigo complexo têxtil. Segundo o TAC, a Innovar fica responsável por plantar três mil mudas de árvores nas vias urbanas de Rio Grande, dentro de um prazo de cinco anos. Além do investimento da própria empresa, serão colocados no projeto cerca de R$ 1,2 milhão em compensações ambientais e urbanísticas, conforme alinhado junto ao Ministério Público.

Para o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen, o termo firmado é a consolidação do novo momento do Ministério Público, de maior interlocução entre os setores públicos e privados. “Precisamos conversar mais, dialogar mais, não no sentido de abrir mão daquilo que a lei disciplina, mas de poder contextualizar as possibilidades dentro do que a lei exige, fazendo essa ligação entre o setor privado e o poder público”, afirmou.

O Prefeito Alexandre Lindenmeyer comemorou a assinatura do acordo. “É um momento muito importante para Rio Grande. A assinatura desse Termo vai permitir a revitalização da Reinghantz e do que ela representa para a comunidade rio-grandina e consequentemente a revitalização de todo esse centro histórico do nosso município que está localizado ao redor da fábrica. Não há nenhuma dúvida de que a cidade ganha com o ato que foi pactuado”, disse.

Para o Promotor de Justiça de Rio Grande, José Alexandre da Silva Zachia Alan, o Município terá um grande empreendimento, preservando e resgatando toda a história e pujança que os prédios do complexo representam para a cidade. “É o resultado do trabalho, do esforço que fez o Ministério Público, que fez o Município e que fez a Innovar, para tentar devolver a comunidade de Rio Grande um pedaço da sua história. Uma construção diz muito sobre quem somos, o que fazemos e de quem seremos daqui pra frente”, observou.

A empresa ressaltou que o compromisso sustentável é sempre pautado nos seus projetos. “Nossos projetos primam em preservar tanto a natureza, quanto o patrimônio histórico do local. Sabemos que toda a comunidade está esperando pela entrega deste projeto, que será executado com muito respeito à história deste local”, declarou um dos sócios-proprietários da Innovar, Antônio Rosso. "Não estamos cumprindo uma obrigação, nós temos uma causa em comum, que é promover o bem-estar”, reiterou o Advogado da empresa, Ricardo Henriques.

Durante a solenidade, o Presidente da AMP/RS, Sérgio Harris, falou sobre a história dos ciclos que Rio Grande já viveu, como do pescado, da construção, do desenvolvimento portuário e do polo naval. Disse, ainda, que a Fábrica Rheingantz foi um ciclo muito importante, mais de 5 mil pessoas trabalharam no local. “Isso tem uma memória, um valor. Estamos fazendo um resgate deste ciclo, justamente para trazer de volta para a cidade uma parte da sua identidade”, ressaltou.

Também participaram do evento os Vices-Presidentes da AMP/RS, João Ricardo Santos Tavares e Martha Beltrame, o Promotor de Justiça Érico Rezende Russo, o sócio-diretor da empresa Innovar, Fernando Bassani, o Juiz Feredal Gessiel Pinheiro de Paiva e o Secretário Municipal do Meio Meio Ambiente, Sandro Ari de Miranda.