Menu Mobile

Agricultura debate efeitos do consumo excessivo de agrotóxicos

Entre em Contato

Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente
Coordenador:
Daniel Martini - Promotor de Justiça

Telefone:
(51) 3295.1179
caoma@mprs.mp.br

Endereço:
Avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, nº 80 - 10º andar – Torre Norte
Bairro Praia de Belas - Porto Alegre/RS
CEP: 90050-190


24/11/2014 - 12h57

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural debate na quinta-feira (27) o uso de agrotóxicos na agricultura e seus efeitos sobre trabalhadores rurais e consumidores de produtos agropecuários. O debate foi proposto pelo deputado Zé Silva (SD-MG). Segundo ele, o Brasil é um dos líderes mundiais na produção e exportação de vários produtos agropecuários, porém, infelizmente é campeão mundial no consumo de agrotóxicos.

Segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal, reproduzidos pela Anvisa, em 2006 foram comercializadas 480 mil toneladas de agrotóxicos no Brasil; em 2012, esse número saltou para 827 mil toneladas: em seis anos, houve um aumento da ordem de 72%. De acordo com o Ministério da Saúde, enquanto no mundo houve um aumento de 93% no consumo de agrotóxicos entre 2000 e 2010, no Brasil a elevação foi de 190%.

“Além dos casos de intoxicação aguda, ocorre a intoxicação crônica de trabalhadores e de pessoas que se alimentam de produtos contaminados por resíduos de agrotóxicos. Segundo a Anvisa, em 2012, 27% das amostras analisadas foram consideradas insatisfatórias, seja por conterem níveis de resíduos acima do limite máximo permitido, seja por conterem resíduos de ingredientes ativos de uso não autorizado para aquela cultura”, diz o deputado.

Foram convidados:
- secretário substituto da Secretaria de Defesa Agropecuária do MAPA, Marcos de Barros Valadão;
- o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, José Eduardo Brandão Costa;
- o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias;
- o ministro da Saúde, Arthur Chioro;
- o diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Brás Aparecido Barbano;
- o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alberto Ercílio Broch;
- o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz D'Avila; e
- o presidente da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), Carlos Eduardo Corradi Fonseca.

A reunião será realizada às 9h30, no plenário 6.

Da Redação - RL

Fonte: Agência Câmara Notícias


Links Relacionados