Menu Mobile

Mutirão para promoção de saúde oftalmológica atinge a meta em Porto Alegre e Viamão

Mutirão para promoção de saúde oftalmológica atinge a meta em Porto Alegre e Viamão

flaviaskb

Dezenas de oftalmologistas voluntários atenderam 434 pessoas na campanha da Sociedade de Oftalmologia do Rio Grande do Sul (Sorigs), em parceria com o Ministério Público do Rio Grande do Sul, neste sábado, 07 de dezembro. As consultas ocorreram no Hospital Santa Clara, da Santa Casa, Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Instituto Ivo Correa Meyer, em Viamão. Oriundos de 16 instituições de acolhimento, principalmente de idosos, e da Fundação de Proteção Especial do Rio Grande do Sul (FPE), além de servidores terceirizados do MP, os pacientes fizeram exames oftalmológicos completos.

Diversas doenças oftalmológicas foram diagnosticadas e já encaminhadas para tratamento. Os 295 pacientes que necessitam de óculos, já fizeram a medição das lentes e escolheram as armações para confecção do acessório, que será entregue em janeiro. O MP, por meio do Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAODH), Serviço de Informações e Atendimento ao Cidadão e Curadoria de Fundações, participou da campanha atuando na captação dos pacientes.

Para a procuradora de Justiça Angela Salton Rotunno, coordenadora do CAODH, “parcerias são fundamentais porque as instituições conseguem trabalhar muito melhor quando estão em rede, quando conseguem conversar umas com as outras e, a partir daí, cada uma com sua expertise, proporcionar à população um serviço adequado”. No caso desta campanha, segundo Angela, coube ao MP, através do Centro de Apoio, trazer as pessoas que têm necessidades, de instituições de longa permanência de idosos (ILPIs) públicas, da ong Boca de Rua e de algumas entidades para pessoas com deficiência. “Um público extremante vulnerável que hoje está com condições de ser atendido com qualidade e com carinho”, afirmou.

A promotora de Justiça Janine Borges Soares, curadora de Fundações e coordenadora do Serviço de Informações e Atendimento ao Cidadão, destacou que o Ministério Público está, pela segunda vez, apoiando as campanhas da Sorigs. Em novembro, foi a Campanha Nacional de Ceratocone, com pacientes infantis. “Esse trabalho interinstitucional, entre MP, Sorigs, Cremers e hospitais, além aproximar o MP do sistema de saúde, possibilita que possamos colaborar com o acesso à saúde pela população vulnerável, atuando como uma ponte, alcançando nossa meta de participar de iniciativas de impacto social relevantes”, concluiu.