Menu Mobile

Definidos os finalistas do 23º Prêmio de Jornalismo do MPRS

Definidos os finalistas do 23º Prêmio de Jornalismo do MPRS

ceidelwein

Após a análise dos 47 trabalhos inscritos no 23º Prêmio de Jornalismo do Ministério Público do Rio Grande do Sul, os oito jurados, representantes das instituições parceiras e convidados, definiram os finalistas em cada uma das cinco categorias, que contemplam o Planejamento Estratégico, e uma voltada a estudantes universitários. Os vencedores serão anunciados no dia 16 de dezembro, em horário a ser definido, durante a cerimônia de entrega da premiação na sede institucional do MPRS (Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80).

Participaram da comissão julgadora o presidente da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), José Nunes; o representante do Sindicato dos Jornalistas do RS (Sindjors), Jorge Leão; o assessor de imprensa da Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), Fernando Zanuzo; o representante da Associação do Ministério Público (AMPRS), jornalista Rodrigo Rodembusch; o assessor de imprensa do MPRS Marcelo Kervalt; a analista de redes sociais do MPRS, Michelle Teixeira; e a servidora do MPRS Cintia Kovaski. A assessora de comunicação do MPRS Clarissa Eidelwein coordenou os trabalhos, com apoio da estagiária de jornalismo Eduarda Ferreira.

CONFIRA OS FINALISTAS

Proteção Social

Bianca Dilly (Jornal NH), com série de reportagens que contam a história de uma adolescente vítima de violência sexual e a coragem de uma mãe que transformou o luto em luta.

Cristine Gallisa (RBS TV), com a série de reportagens Violência Infantil – Silêncio e Omissão, que conta como o isolamento provocado pela pandemia agravou e ocultou os registros de violência sofrida por crianças e adolescentes.

Geórgia Santos (Vós), com o documentário O Retrato da Miséria, que trata sobre os milhões de brasileiros que não têm acesso pleno e permanente a alimentos, além do trabalho de entidades engajadas no combate à fome.

Segurança Pública

Caroline Garske Rosa (O Informativo do Vale), com reportagem sobre um projeto de ressocialização de mulheres com tornozeleira eletro?nica ou em condicional para que não retornem ao crime.

Fabrício Falkowski (Correio do Povo), com reportagem sobre a Operação Criptoshow e seus desdobramentos, apontando motivos que levam alguns ex-atletas a se envolverem com o crime.

Vítor Rosa (RBS TV), com reportagem sobre a formação de uma milícia por policiais de Alvorada, denunciados pelo Ministério Público.

Patrimônio Público

Eduardo Matos (Rádio Gaúcha, GZH, Zero Hora e Diário Gaúcho), com reportagem sobre operações deflagradas pelo MPRS em esquema de desvio de recursos públicos em Cachoeirinha.

Giovani Grizotti (RBS TV), com matéria sobre irregularidades nas eleições municipais de 2020 e investigação do MPRS que aponta distribuição de dinheiro, carne e até retenção de títulos de eleitores em troca de votos em dois municípios.

Pedro Piccoli Garcia (Gazeta do Sul), com série de reportagens que tratam de novos desdobramentos da Operação Feudalismo, do Ministério Público em Santa Cruz do Sul, que revelam a existência de esquemas de concussão instalados na Câmara de Vereadores, bem como outras irregularidades.

Saúde e Educação

Adriana Irion (Zero Hora), com reportagem que retrata o perfil de todas as vítimas do incêndio no Hospital Lauro Reus de Campo Bom, os contratos da Associação São Miguel, gestora do hospital, e o trabalho do MPRS.

Aline Custódio (GZH e Rádio Gaúcha), com reportagem que trata da parceria entre o MPRS e MPT que já destinou quase R$ 11 milhões de multas e indenizações trabalhistas para bolsas de estudo, qualificações estruturais de instituições e outras melhorias e auxílios, beneficiando crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade em Porto Alegre.

Hygino Vasconcellos (UOL), com reportagem que apresenta o projeto Alquimia II, do MPRS, que, por meio de parcerias com universidades e órgãos públicos, possibilita o acesso de estudantes a celulares para que eles possam acompanhar as aulas.

Sustentabilidade

Ermilo Drews (Jornal NH) apresenta em reportagem a atuação de instituições e órgãos de controle para recuperação da bacia do Rio dos Sinos, 15 anos após mortandade de peixes.

Leonardo Müller (RBS TV), com série de reportagem sobre o impacto da construção da Arena na vida dos moradores, que após nove anos da inauguração ainda sonham como um lugar melhor a partir de obras que não saíram do papel.

Luciane Kohlmann (SBT) sobre a atuação do MPRS acerca da deriva do herbicida 2.4-D.

Reportagem Universitária

Nathan Álisson Nunes Breitenbach (UPF), com série de reportagens abordando o recrutamento de jovens nas facções criminosas no RS e as perspectivas da ressocialização.

Nicoli Silveira da Silva (UniRitter), com reportagem que mostra a vida de quem saiu do sistema penitenciário, mas não encontra emprego.

METODOLOGIA

Cada um dos jurados atribuiu nota de 0 a 10 para os quatro critérios avaliativos (inovação e ineditismo da reportagem; contribuição para a divulgação da atuação do MPRS; aprofundamento no tema abordado; e qualidade da narrativa). A nota mais alta e a mais baixa foram desconsideradas, e as demais somadas, resultando na nota geral de cada trabalho.



USO DE COOKIES

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação.
Clique aqui para saber mais sobre as nossas políticas de cookies.