Menu Mobile

Covid-19: saiba quais os hospitais irão receber valores destinados por Termo de Cooperação assinado pelo MPRS

Covid-19: saiba quais os hospitais irão receber valores destinados por Termo de Cooperação assinado pelo MPRS

samantha

Os valores detalhados e as instituições beneficiadas pelo termo de cooperação que garantiu o repasse de R$ 70 milhões aos hospitais do Estado foram divulgados, nesta quarta-feira, 31 de março, pela Secretaria da Saúde - SES 284/2021, em edição extraordinária no Diário Oficial do Estado.

As informações estão disponíveis neste link.

Esforço Conjunto

O termo assinado entre Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado foi formalizado, em solenidade realizada na presença do governador do Estado, Eduardo Leite, na última segunda-feira, e o repasse dos R$ 70 milhões viabilizados para chegar rapidamente à ponta. Somou-se ao valor, o aporte de mais R$ 20 milhões feito pelo Executivo Estadual.

A necessidade premente dos hospitais chegou ao conhecimento de todos os representantes de Poderes e instituições a partir dos relatos feitos na reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, realizada há cerca de duas semanas. Na ocasião, os gestores dos hospitais expuseram o risco de desatendimento de pacientes com Covid-19, noticiando o iminente colapso no sistema hospitalar.

O procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, sublinha que, logo após o anúncio feito pelas instituições e poderes, o MPRS recebeu uma carta de agradecimento assinada pelo presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul, Luciney Bohrer. No documento, o presidente, em nome de 238 entidades, agradeceu o esforço conjunto e reiterou que a verba possibilita que os hospitais sigam trabalhando. “Muito nos emociona esse reconhecimento por parte dos hospitais, porém, o que mais nos motivou foi poder, de forma prática e ágil auxiliar as instituições nesse momento tão grave. Frente a essa dura realidade, não nos restava outra reação que não fosse a de unir esforços para trazer um gesto concreto, que possa de fato chegar à ponta, aos profissionais de saúde que enfrentam no dia a dia as consequências mais graves dessa pandemia”, concluiu o PGJ.