Menu Mobile

MP apresenta aos integrantes do Programa Saúde na Escola a campanha “Quando uma imagem vira pesadelo”

MP apresenta aos integrantes do Programa Saúde na Escola a campanha “Quando uma imagem vira pesadelo”

flaviaskb

A coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude, Educação, Família e Sucessões, Denise Casanova Villela, participou na manhã desta terça-feira, 12, da solenidade de abertura do evento “Programa Saúde na Escola - Mostra Estadual” que acontece durante todo o dia no auditório Mondercil Paulo de Moraes, na sede do Ministério Público.

Em sua participação, a promotora Denise apresentou aos participantes os vídeos da primeira e segunda fases da campanha “Quando uma imagem vira pesadelo” e ainda detalhou o fluxo de trabalho do chatbot “Fale com a Manú”. Os presentes no evento puderam ver detalhadamente como funciona o atendimento do chatbot desde o monitoramento realizado pelo Gabinete de Comunicação do MP até a fase de atuação da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude. Cartazes físicos da campanha foram disponibilizados para que os representantes das escolas divulguem o projeto entre estudantes e familiares.

“Participar de um evento como este junto do Estado nas áreas da educação e saúde é um privilégio pois são grandes parceiros na construção de políticas públicas e nós, como Ministério Público, enquanto órgão que fomenta essas políticas, agradecemos por esta parceria”, destacou a promotora.

O evento, organizado pela Secretaria de Saúde do Estado, realiza ao longo do dia uma mostra de experiências das escolas de diversos municípios que abordaram as práticas de prevenção ao Aedes Aegypti, formas de alimentação saudável, saúde bucal, sexualidade e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e demais ações previstas no Programa Saúde na Escola (PSE).

FALE COM A MANÚ

Em setembro, o MP lançou a nova versão da versão do chatbot “Fale com a Manú”, ferramenta de inteligência artificial que propicia às crianças e adolescentes um espaço de contato simples e rápido, via Facebook, para dividir suas angústias sobre uma imagem que pensam em enviar ou já enviaram. Desde a data do lançamento, mais de 110 conversas foram geradas sendo duas encaminhadas à Promotoria.


Veja abaixo a versão digital dos cartazes da campanha “Quando uma imagem vira pesadelo”:

Não seja cúmplice
Fale com a Manú