Menu Mobile

Ministério Público na inauguração da Kinder

Ministério Público na inauguração da Kinder

celio
A instituição foi representada no evento pela promotora Synara Buttelli. A Kinder é pioneira em educação especial para portadores de deficiências múltiplas

Foi inaugurada, na manhã desta quarta-feira (7), na região Leste de Porto Alegre, a primeira etapa do Centro de Integração da Criança Especial Kinder. Localizada na rua Marcone, 421, no bairro Intercap, a entidade atende atualmente 330 crianças especiais com comprometimento grave, moderado e leve. São desenvolvidas, no local, atividades de educação, reabilitação e habilitação. Numa segunda fase serão construídas salas de aula, oficinas, refeitório, piscina e auditório.

Durante a solenidade, o papel desempenhado pelo Ministério Público nas tratativas que culminaram com a cedência do terreno onde a nova sede foi inaugurada foi destacado pela fundadora e atual vice-presidente da Kinder, Bárbara Sybille Fischinger. Segundo ela, foi o promotor de Justiça Miguel Velasquez, na época titular da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude, quem ouviu as reivindicações da entidade e "abraçou a causa", na busca por um terreno para a nova sede. Ela lembrou, ainda, que o trabalho do Promotor foi fundamental para que a Kinder "fossa reconhecida como escola", uma vez que a sede anterior carecia de espaços físicos adequados. O prefeito José Fogaça, por sua vez, também ressaltou a participação do Ministério Público na construção da nova sede da Kinder. "Temos aí a grande contribuição também do Ministério Público nesta governança solidária, que é quando o governo e a sociedade civil produzem benefícios públicos para a sociedade", disse.

Para a construção das instalações, foram repassados R$ 2 milhões por meio da Lei de Solidariedade, que concede desconto de até 75% do valor do ICMS a empresas que investem em projetos sociais. O governador Germano Rigotto disse que a solidariedade une "governo e sociedade" e que o trabalho entre Estado, Prefeitura e iniciativa privada é "um exemplo a ser seguido". Ele confirmou, ainda, a doação de R$ 100 mil do Banrisul para a segunda fase da obra.

Representando o Ministério Público na solenidade, a promotora de Justiça de Infância e Juventude Synara Buttelli destacou que foram as diversas demandas atendidas na Promotoria envolvendo crianças especiais que proporcionaram a aproximação com o Centro de Integração da Criança Especial Kinder. Em seguida, segundo ela, as dificuldades que o Município encontrava no atendimento às crianças especiais e "o conhecimento da excelência do trabalho da Kinder" fizeram com que o Ministério Público interferisse "auxiliando e colaborando no processo que terminou com a cedência do terreno para que o Centro continue e aperfeiçoe seu trabalho".

A Kinder é uma entidade filantrópica pioneira na educação especial, reabilitação e habilitação para pessoas com deficiências múltiplas com comprometimento grave, moderado e leve. A educação especial é feita no maternal, iniciação, pré-escola e de 1ª a 4ª série. A reabilitação é realizada com fisioterapia, estimulação precoce e terapia ocupacional, contando, para isso, com profissionais da fonoaudiologia, neurologia, psicologia, serviço social e enfermagem.