CNMP premia projetos do MP gaúcho

CNMP premia projetos do MP gaúcho

flaviaskb

Três projetos do Ministério Público gaúcho conquistaram nesta quinta-feira, 13, o Prêmio CNMP 2018. A entrega ocorreu durante a abertura do 9º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público, que acontece até esta sexta-feira, dia 14, no Instituto Serzedello Corrêa, em Brasília/DF.

O projeto “Termo de Cooperação Interinstitucional entre o MPT e o MPRS, tendo por objeto a destinação de bens”, em parceria com o Ministério Público do Trabalho, conquistou o segundo lugar na categoria Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional. Já o projeto “Custos MP”, na categoria Profissionalização da Gestão, e o projeto “Quando uma imagem vira pesadelo”, na categoria Comunicação e Relacionamento, foram agraciados com o terceiro lugar.

Concorreram a esta sexta edição do Prêmio CNMP 686 iniciativas do Ministério Público brasileiro. Os projetos foram enquadrados em nove categorias: Defesa dos Direitos Fundamentais; Transformação Social; Indução de Políticas Públicas; Redução da Criminalidade; Redução da Corrupção; Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional; Comunicação e Relacionamento; Profissionalização da Gestão; e Tecnologia da Informação. O objetivo do Prêmio CNMP é prestigiar os programas e os projetos do Ministério Público que mais se destacaram na concretização do Planejamento Estratégico Nacional e no alinhamento com os objetivos definidos.

Participaram da cerimônia o procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, a subprocuradora-geral de Justiça de Gestão Estratégica, Ana Petrucci; os coordenadores de Centros de Apoio Operacional Denise Villela e Luciano Vaccaro; os promotores de Justiça Cinara Vianna Dutra Braga e Júlio Almeida; as promotoras-corregedoras Carla Carrion Frós e Ana Adelaide Brasil Sá Caye; o diretor-geral do MP, Roberval Marques; entre outras autoridades.