Gre-Nal: MP, clubes, FGF, e Brigada Militar buscam aprimorar os sistemas de controle de segurança

Gre-Nal: MP, clubes, FGF, e Brigada Militar buscam aprimorar os sistemas de controle de segurança

juarezsn

Diante os diversos episódios de violência do último Gre-Nal, Ministério Público, Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Sport Club Internacional, Federação Gaúcha de Futebol (FGF) e Brigada Militar realizaram uma reunião nesta quinta-feira, 15, com o objetivo de aprimorar os sistemas de controle de segurança.

Além de traçar estratégias para a organização do próximo Gre-Nal, que será realizado no domingo, 18, todos os integrantes da reunião descartaram a proposta da torcida única nos jogos.

O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Marcelo Dornelles, conduziu os trabalhos da reunião e destacou na abertura a importância da integração de todos para que o torcedor possa frequentar os estádios com segurança. “As autoridades, a paz e a civilidade não vão ceder para atos isolados de violência. Iremos trabalhar na identificação dos responsáveis e nas punições cabíveis. Também não podemos retroceder e deixar que a violência faça voltar a proposta da torcida única nos jogos”, pontuou.

Por sua vez, o promotor do Torcedor, Marcio Bressani, defendeu a necessidade de um avanço na implantação do cadastramento biométrico das torcidas visitantes no Beira-Rio e na Arena. “A identificação dos torcedores que cometem ilícitos é fundamental para a aplicação das punições cabíveis”, afirmou.

Participaram da reunião o presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Romildo Bolzan Júnior; o presidente do Sport Club Internacional, Marcelo Medeiros; o presidente da FGF, Francisco Novelletto; o promotor-assessor Ricardo Schinestsck; o comandante da Brigada Militar, Cel. Andreis Dal’Lago; o subcomandante da BM, Cel. Mario Ikeda; o vice-presidente do Internacional, Alexandre Chaves Barcellos; e o diretor de marketing do Grêmio, Beto Carvalho.

Fotos: PG Alves/MPRS