Menu Mobile

Bebidas nos estádios: Promotor fala a Vereadores sobre redução da violência após proibição

Bebidas nos estádios: Promotor fala a Vereadores sobre redução da violência após proibição

marco

O Promotor de Justiça do Torcedor, José Francisco Seabra Mendes Júnior, falou nesta segunda-feira, 13, sobre a redução dos índices de violência após a proibição da venda de bebidas alcoólicas nos estádios. Ele utilizou o espaço destinado aos debates envolvendo o veto do Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, à Lei aprovada pela Câmara de Vereadores que autoriza a comercialização antes, no intervalo e ao final das partidas em praças desportivas da Capital. “Estudos demonstram estatisticamente a diminuição acentuada de ocorrências após a proibição, como o caso de Pernambuco, em que a redução foi de 71%”, afirmou. Seabra refutou a afirmação do autor do Projeto de Lei, Vereador Brasinha, que atribuiu a violência às brigas entre torcidas. “Há uma ótima relação entre as organizadas e a Promotoria, tanto que, em abril, comemoramos um ano sem tumultos na Arena do Grêmio, por exemplo”, disse.

Em dois anos de Promotoria do Torcedor, o Promotor demonstrou que, de 176 ocorrências registradas, 78% ocorreram antes dos jogos; 18% foram durante as partidas e apenas 3% foram praticadas após o final. “Depois do consumo zero, a tendência é que os índices reduzam”, pontuou.

José Francisco Seabra ponderou, ainda, que os torcedores devem abdicar dos seus direitos individuais em prol da segurança de todos ao evitar o consumo de álcool durante os jogos, como ocorre com a proibição de beber ao dirigir ou da venda em espaços onde haja crianças e adolescentes. “Porto Alegre andaria na contramão da história e viraria um oásis de venda de álcool para torcidas violentas”, criticou.

O Promotor solicitou aos Vereadores apoio na solicitação à Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção (Smic) para que amplie a fiscalização da venda de bebidas no entorno dos estádios. “Há estabelecimentos sem alvará comercializando álcool, ambulantes que descumprem a lei que os proíbe da venda de bebida, inclusive em recipientes de vidro, o que também é vetado”, informou. Seabra lembrou, ainda, que houve episódios graves envolvendo torcedores embriagados durante a Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre, como o de um argelino que foi ferido no olho por uma garrafada e brigas nos banheiros. “A Conmebol expediu circular recentemente para os times que participam da Libertadores da América autorizando o impedimento da entrada de torcedores alcoolizados nos estádios”, reforçou.

A sessão foi presidida pelo Presidente da Câmara, Vereador Mauro Pinheiro. Participaram das discussões os Vereadores Nereu D’Ávila, Mônica Leal, Tarcísio Flecha Negra, Cássio Trogildo, Fernanda Melchiona, Alberto Kopitke, João Bosco Vaz e Cláudio Janta, entre outros. O autor da Lei, Vereador Brasinha, não esteve presente.

Ouça aqui a Rádio MP.