Ministério Público recebe homenagem durante o 1º Encontro da Fiscalização Agropecuária no RS

Ministério Público recebe homenagem durante o 1º Encontro da Fiscalização Agropecuária no RS

marco

O Ministério Público recebeu, nesta quinta-feira, 29, o troféu Afagro Destaque na Fiscalização Agropecuária pela liderança nas diversas frentes de combate aos problemas ligados à produção agropecuária e, também, pela parceria em diversas operações de fiscalização de alimentos.

A homenagem foi entregue à coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Consumidor e da Ordem Econômica, Caroline Vaz, e ao coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado - Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, durante o “1º Encontro da Fiscalização Agropecuária no RS”. O evento foi realizado no auditório do Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul (Senge-RS). O encontro teve como tema principal a atuação dos fiscais agropecuários e sua relação com outras instituições.

Na oportunidade, a promotora de Justiça Caroline Vaz palestrou sobre “A Força-Tarefa do Programa Segurança Alimentar e a Fiscalização Agropecuária”, explicando o papel do MP nas ações da força-tarefa e a atuação na esfera cível e criminal nestes casos, citando, como exemplo, as fraudes do leite, queijo e palmito. Na questão segurança alimentar, Caroline Vaz falou sobre a criação, o funcionamento e os objetivos do Programa Segurança Alimentar. Segundo a promotora de Justiça, "o interesse maior do trabalho do Ministério Público é atuar para auxiliar na evolução e na melhora da qualidade do alimento que chega ao consumidor". Ela também falou do trabalho da Instituição em diversos temas ligados a segurança alimentar, como inspeção, fiscalização, combate ao desperdício, educação para o consumo, controle de agrotóxicos e rotulagens, entre outros.

A programação do evento contou, ainda, com a palestra do delegado Adriano Linhares e do inspetor da Polícia Civil Patrício Antunes sobre a Operação Cooptare, que age no combate ao abigeato. Ainda ocorreram as seguintes palestras: “A saúde mental e trabalho”, da psicóloga Claudia Magnos; “A terceirização, a precarização das relações de trabalho e as atividades típicas de Estado”, do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho, Rogério Fleishmann; e “A fiscalização Integrada de Agrotóxicos”, do analista ambiental do Ibama/RS, Rodrigo Dutra da Silva.