Caxias: duas pessoas são condenados por matarem homem enquanto dormia

Caxias: duas pessoas são condenados por matarem homem enquanto dormia

flaviaskb

Em júri ocorrido nesta segunda-feira, 09, Claudiana Barbacovi foi condenada a 22 anos de prisão e o seu amante Leandro dos Santos Pereira foi condenado a 18 anos pelo homicídio do marido dela. Atuou na acusação a promotora de Justiça Sílvia Regina Becker Pinto.

Claudiana, Leandro e Enor Ferreira de Souza Filho foram denunciados pela morte de Oziel Quadros Melo, sendo o último absolvido do delito. O crime ocorreu no dia 13 de março de 2015, na Rua Armindo Luiz Rech, bairro Serrano, em Caxias do Sul, antes das 5h da manhã.

Na denúncia, apresentada à Justiça, também pela promotora Sílvia Regina Becker Pinto em julho de 2015, o crime foi compreendido como triplamente qualificado com incidência da agravante de organização a cooperação no crime, e da agravante prevalecendo-se de relações domésticas e de coabitação. O delito foi também qualificado como motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima.

OS CRIMES

Na oportunidade, terceiros não identificados na investigação, ingressaram na residência da vítima e dirigiram-se ao cômodo em que a mesma repousava (utilizando protetores auriculares em ambos os ouvidos), e assim, o executaram, enquanto este dormia, com dois tiros na cabeça desferidos a curta distância.

Claudiana contribuiu material e moralmente para a prática do crime, sendo, pois, a mandante do delito, promovendo e organizando, nessa condição, a cooperação criminosa. Ela ajustou, junto de seu amante Leandro, o pagamento de R$ 2 mil, para Enor realizar a contratação de terceiros para matar seu companheiro Oziel, com quem tinha uma filha de seis anos de idade.

O denunciado Enor possuía posse de arma de fogo de uso restrito e permitido, no entanto, foi absolvido dos crimes.