Nucam participa de discussões sobre instalação de centrais de resíduos e termelétricas em Glorinha e Viamão

Nucam participa de discussões sobre instalação de centrais de resíduos e termelétricas em Glorinha e Viamão

flaviaskb

A coordenadora do Núcleo de Resolução de Conflitos Ambientais (Nucam), Anelise Grehs, participou, nesta terça-feira, 12, da reunião do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí que discutiu os pedidos de instalação das centrais de resíduos e termelétricas das empresas Estre e Solvi nos municípios de Glorinha e Viamão. O evento, que aconteceu na Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, contou com a participação de representações de órgãos ambientais, Governo, ONGs e sociedade civil.

Conforme Anelise Grehs, a preocupação do Ministério Público é relativa à proteção ambiental, já que as obras ficariam em um raio de 10 quilômetros da área de proteção integral no Refúgio Silvestre Banhado dos Pacheco, onde ocorreram os últimos avistamentos de cervos do pantanal. Existe um inquérito civil em andamento a respeito do projeto em Viamão. Outro foi aberto, nesta segunda-feira, pela promotora de Justiça Caroline Barth, na Comarca de Gravataí (que também responde por Glorinha), sobre o projeto da Estre. A atuação se dá de maneira conjunta entre o Nucam e a Promotoria de Justiça de Gravataí.

De acordo com informações do Nucam, os aterros não têm licenças ambientais. O pedido da CRVR (subsidiária gaúcha do grupo Solvi) foi indeferido pela Fepam, mas a empresa manifestou intenção de aprofundar os estudos. Já o pedido da Estre foi negado por falta de documentação.