Novos Conselheiros tomaram posse em evento no Palácio do MP

Novos Conselheiros tomaram posse em evento no Palácio do MP

marco

O Conselho Superior do Ministério Público conta, desde a manhã desta sexta-feira, 11, com quatro novos integrantes. Eleitos pelo Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, Cláudio Barros Silva, Gilberto Thums, Ricardo da Silva Valdez e Heloisa Helena Zigliotto tomaram posse em sessão solene realizada no Palácio do Ministério Público. Eles foram eleitos recentemente, para atuarem no biênio 2014/2016. Como suplentes, foram empossados Alexandre Lipp João, Keller Dornelles Clós, Luiz Henrique Barbosa Lima Faria Corrêa e Renato Vinhas Velasquez.

Após a abertura feita pelo Procurador-Geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga, a Secretária dos Órgãos Colegiados, Marília Cohen Goldman, leu o termo de posse e os empossandos firmaram o respectivo documento e receberam a Portaria das mãos do PGJ.

Em nome do Órgão Especial, o Procurador de Justiça Juan Carlos Durán deu as boas-vindas aos novos Conselheiros. Segundo ele, os novos integrantes do CSMP são pessoas que estão dispostas a “trabalhar pela Instituição” aliando “experiência e vigor”. Como experiência, citou a presença do Conselheiro Cláudio Barros Silva, que foi Chefe do MP durante dois mandatos, além de ter atuado no Conselho Nacional do MP. Da mesma forma, exemplificou os trabalhos de Gilberto Thums e Ricardo da Silva Valdez nas Coordenadorias das Procuradorias Criminais e Cíveis. Citando o filósofo grego Aristóteles, salientou que a experiência de vida é fundamental para atuar em certos cargos. Por fim, afirmou que a experiência será mesclada com o vigor de Conselheiros mais modernos, como Heloisa Helena Zigliotto e Alexandre Lipp João.

Em nome dos empossados, Ricardo da Silva Valdez agradeceu em seu nome e no dos demais a confiança depositada pelo Colégio de Procuradores que os escolheram como Conselheiros. Lembrou que os integrantes do CSMP, como o próprio nome diz, têm a função de “aconselhar”. Assim, observam “se uma lei está afinada” e se determinado assunto foi encaminhado “com equilíbrio” ao CSMP. “Nós, Conselheiros, temos certeza de que discordâncias poderão ocorrer, mas o objetivo será o de auxiliar sempre a Administração, seja o PGJ ou o Corregedor-Geral”.

Já o Procurador-Geral de Justiça, Eduardo de Lima Veiga, agradeceu a disponibilidade dos Colegas que colocaram seus nomes à disposição para a eleição do CSMP. Da mesma forma, elogiou o Órgão Especial que propôs mudanças internas, que resultaram numa maior participação de interessados na indicação para o cargo de Conselheiro. Por fim, destacou a disposição dos eleitos citando o nome de Cláudio Barros Silva. Segundo ele, o novo Conselheiro “foi tudo o que se poderia ser dentro do MP”, como PGJ do RS e integrante do CNMP, e agora abrilhanta e engrandece o CSMP.

PRESENÇAS

Prestigiaram a solenidade o Corregedor-Geral do MP, Ruben Giugno Abruzzi; os Subprocuradores-Gerais, Ivory Coelho Neto e Marcelo Dornelles; o representante da Presidência da AMP, Antônio Carlos Hornung; o Ouvidor do MP, Luiz Cláudio Varela Coelho; o Vice-Presidente da FMP, Cesar Luis de Araújo Faccioli; o Secretário-Geral do Ministério Público, Alexandre Saltz; além de servidores e familiares.