Notícias

Versão para impressão    Voltar

13/09/2010 - Geral

Entidade parceira do Projeto Alquimia comemora 14 anos

Por Jorn. Natália Pianegonda
Roque Serpa apresentou a Gérson Teixeira e Sônia Mensch peças confeccionadas por meio do Alquimia

A Comunidade firmou convênio com o MP em 2008. Caça-níqueis apreendidas em ações são enviadas à entidade, desmanchadas e transformadas

A Comunidade Terapêutica Desafio Jovem Gideões, conveniada ao Projeto Alquimia – Transformando Caça-Níqueis em Inclusão Social, está completando 14 anos. A entidade atua na recuperação e ressocialização de dependentes químicos, além de atividades de inclusão social e ações realizadas com crianças e idosos. Os promotores de Justiça integrantes da Força-Tarefa de Combate aos Jogos Ilícitos, Sônia Corrêa Mensch e Gérson Teixeira, participaram das comemorações, que tiveram início no sábado, 11, e prosseguiram no domingo, 12 de setembro, em Novo Hamburgo.

A Comunidade Terapêutica firmou convênio com o Ministério Público em 2008. Com isso, as máquinas caça-níqueis apreendidas nas ações da Força-Tarefa são enviadas à entidade, desmanchadas e transformadas em peças de mobiliário nas oficinas de marcenaria realizadas com os internos. Além disso, o dinheiro que é apreendido ou pago na forma de transação penal pelos contraventores, também é repassado para o grupo.

“Esta é uma parceria fundamental para a sobrevivência e custeio da Comunidade Terapêutica e para o tratamento e assistência aos internos”, diz o presidente e fundador da entidade, Roque Serpa. Aproximadamente 30 pessoas que recebem tratamento para dependência química e estão na fase de reinserção social participam das atividades ligadas ao Projeto Alquimia. “As peças produzidas são comercializadas, e isso é outra fonte de renda para a Comunidade”, destaca Roque Serpa.

Para a promotora Sônia Mensch, os resultados obtidos com o Alquimia, por meio de entidades como a Comunidade Terapêutica, na recuperação de jovens e em ações de inclusão social “é um grande estímulo para o combate aos jogos ilícitos, que chega a ser um trabalho cansativo, especialmente diante da grande reincidência observada neste tipo de crime”.

“Há muita renovação nos contraventores, porque não são os proprietários reais dos equipamentos que são flagrados em cada apreensão: são os laranjas”, lembra o promotor Gérson Teixeira. Por isso ele também destaca que é gratificante ver que, mesmo diante da dificuldade em acabar com a prática de jogos ilícitos, as penas aplicadas resultam em benefícios para as entidades conveniadas ao MP por meio do projeto Alquimia. Segundo o Promotor, o valor das transações penais variam, mas ficam em média em R$ 2 mil.

Os 14 anos da Comunidade Terapêutica Desafio Jovem Gideões foram comemorados com palestras, cujo foco foi na prevenção ao uso de drogas e sobre o projeto Alquimia, proferida pela promotora Sônia Mensch, além de um culto ecumênico.

Agência de Notícias
imprensa@mprs.mp.br
(51) 3295-1820


Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul
Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80 - Porto Alegre - CEP.: 90050-190 - Tel.: (51) 3295-1100
Horário de atendimento ao público externo e funcionamento: 08h30 às 18h00